NOVO ENDEREÇO www.misterlinks.org
NOVO ENDEREÇO NOVO ENDEREÇO www.misterlinks.org

NOVO ENDEREÇO www.misterlinks.org
NOVO ENDEREÇO www.misterlinks.org
NOVO ENDEREÇO www.misterlinks.org
NOVO ENDEREÇO www.misterlinks.org
NOVO ENDEREÇO www.misterlinks.org

OBRIGADO.


TOP 10 momentos na vida de Bill Gates

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

TOP 10 momentos na vida de Bill Gates

Mensagem por MISTER em Ter Jul 28, 2009 7:19 pm

TOP 10 momentos na vida de Bill Gates



Por mais de 30 anos ele esteve de alguma forma entre nós, em casa ou no trabalho, como uma estranha mistura entre o personagem do filme Napoleon Dynamite (personagem vivido por Jon Heder em filme homônimo de 2004) e Vlad, o Empalador – o conde Drácula.

Nerd, ainda que implacável; brilhante, ainda que atrapalhado pelos pontos cegos das falhas de sua empresa, Bill Gates deixa uma marca indelével em tudo o que é digital.

No próximo dia 27 de junho, ele irá deixar suas tarefas do dia-a-dia na Microsoft para se dedicar a atividades filantrópicas.

Aproveitamos a oportunidade para enumerar, aqui, dez dos momentos mais memoráveis da trajetória profissional de Gates,. Para cada um deles, apresentamos uma sugestão de uma segunda carreira que ele poderia adotar, caso decidisse seguir o caminho sugerido por cada um dos fatos.

1. O Windows 95 é lançado (24 de agosto de 1995)

Provavelmente nós nunca mais vejamos um outro evento como aquele que apresentou o Windows 95 ao mundo. Nem mesmo a pompa e circunstâncias que envolveram a chegada do iPhone servem de parâmetro.

Os milhões de dólares que a Microsoft pagou pelos direitos do hit dos Rolling Stones “Start Me Up” foi apenas o começo dos estimados 300 milhões de dólares gastos em marketing neste lançamento.

Dentre outros excessos, o edifício Empire State foi banhado nas cores da Microsoft, e alguns campos na Inglaterra foram pintados com o logo do Windows 95 de forma que fosse visível em uma tomada aérea.

Redmond, em Washington – campus da Microsoft – foi transformado em uma grande feira, por um dia, com comida, ilusionistas, palhaços, balões de ar quente, tendas circenses. E no centro de tudo estava Gates – sorrindo, sem jeito, com sua camisa pólo da Microsoft, tentando parecer informal enquanto lia uma piadinha no teleprompter sobre o The Tonight Show, de Jay Leno.

A melhor fala de Gates: “O Windows 95 é tão fácil de usar que até um apresentador de talk-show é capaz de fazer isso".

Carreira alternativa: Comediante. Mas não precisa nos ligar; nós ligaremos para você.

2. Invente, venda e caia fora (January 1975)

Foi uma foto publicada na capa da revista Popular Electronics sobre o Altair 8800 o início de tudo. Depois de o colega de classe em Harvard Paul Allen mostrar a Gates o artigo, Gates resolveu procurar o presidente da MITS, Ed Roberts, para convencê-lo de que eles dois haviam criado o programa BASIC para o Altair 8800. Detalhe: nenhum deles havia escrito uma linha de código sequer até aquele momento. Com o interesse de Roberts pela idéia, eles tiveram oito semanas de trabalho árduo para criar o programa.

Mais tarde, ainda nesse ano, Gates deixou Harvard e se mudou para Albuquerque, onde foi trabalhar para Roberts, escrevendo programas por 10 dólares a hora. No fim das contas, ele ganhou dinheiro suficiente com os royalties de seu BASIC para comprar um Porsche 911 – com o qual foi detido diversas vezes por excesso de velocidade e dirigir sem carteira de habilitação.

Carreira alternativa: instrutor de auto-escola.

3. Bill depõe na causa judicial antitruste (27 de agosto de 1998)

O Windows sempre teve problemas com gerenciamento de memória; evidentemente, Gates também. Pelo menos foi o que pareceu quando o depoimento filmado do CEO no inquérito antitruste contra a Microsoft chegou à web.

A reputação de Bill Gates de ser dono de uma mente brilhante e detalhista sofreu um belo abalo quando ele recheou seu depoimento com “Eu não me recordo” (6 vezes), “Eu não me lembro” (14 vezes) e “Eu não sei” (22 vezes). Gates ficou se preocupando com o significado de palavras como “interesse” e “concorrer”, deixando o promotor público que representava o governo dos EUA no círculo vicioso de uma dança semântica.

Trechos do vídeo de Bill Gates causaram risos no juiz Thomas Penfield Jackson. Mas Gates riria por último quando a Corte Americana de Apelação invalidaria o julgamento de Jackson contra a Microsoft três anos mais tarde (veja o item 9)

Carreira alternativa: Especialista em testemunhas

4. Bill Gates: Modelo no encarte da PC World
Sim, estamos falando sobre este Bill Gates. Não, ele não posou pelado, graças a Deus. Ele estava vestindo um terno azul escuro, uma camisa de alfazema e uma gravada listrada, ao invés do suéter granulado de costume.

E nós somos os únicos culpados por isso, pois Gates apareceu na capa da edição de julho de 1987 da PC World (EUA), que trazia uma entrevista com o magnata dos softwares, então com 32 anos de idade.

Era o primeiro pôster que a revista publicou e (quase certamente) o último. Éramos todos jovens e um tanto quanto tolos naquela época.

Carreira alternativa: Garoto propaganda

5. Nasce um ‘zilionário’ (13 de março de 1986)
Quando a Microsoft abriu seu capital, Gates se tornou um megamilionário no mesmo instante (na verdade, 234 milhões de dólares mais rico, baseando-se no preço inicial das ações).

Mas foi só em 17 de julho de 1995 que a revista Forbes o nomeou o bípede sem penas mais rico do mundo, com uma fortuna avaliada em 13 bilhões de dólares.

De lá pra cá sua riqueza só fez crescer. No auge da loucura das pontocom, Gates já tiinha algo com 100 bilhões de dólares.

Talvez seja por conta disso que as pessoas acreditem com tanta facilidade que ele poderia pagar mil dólares pelo simples fato de você responder a um e-mail (um clássico hoax da internet).

Mas em vez de poupar todo seu dinheiro, Gates abriu a Fundação William H. Gates III (que seria rebatizada de Bill and Melina Gates Foundation). Após o estouro da bolha, o preço das ações da Microsoft despencou (assim como todos os outros fundos ligados a tecnologia), reduzindo seu saldo bancário.

Agora com uma fortuna pessoal calculada em US$ 58 bilhões, Gates aparece em terceiro lugar, atrás do empresário mexicano das telecomunicações Carlos Slim Helu, e do colega de Gates em partidas de bridge, Warren Buffet.

6. Se é torta de creme, deve ser na Bélgica (4 de fevereiro de 1998).

Bill Gates ficou famoso também por fazer previsões de tortas voando para os produtos da Microsoft. Assim, não deveria ter sido uma surpresa para ele receber uma torta na cara quando visitou Bruxelas em fevereiro de 1998, durante reunião do Fórum Econômico Mundial.

Gates recebeu uma `tortada` quando chegava ao Concert Noble Hall para uma conferência sobre educação patrocinada pelo governo local. O belgo, anarquista e “homem-torta” Noel Godin assumiu os créditos pelo doce voador – apenas mais um da série de ataques munidos a torta que Godin aplicou em pessoas famosas. Gates depois afirmou que a guloseima “não estava tão saborosa”.

Carreira alternativa: Palhaço de circo

7. Casa dos sonhos (de 1988 a 1995)

O que é possível fazer quando se tem mais dinheiro que Deus? Constrói uma casa na medida para uma divindade, claro.

A mansão de Gates, às margens do Lago Washington em Seattle, levou sete anos para ser concluída e custou algo entre 40 milhões e 100 milhões de dólares, dependendo da fonte que você considerar.

De acordo com a Fortune Magazine, “era um sonho para um solteiro e um pesadelo para uma noiva: mais de 12 quilômetros quadrados com diversas garagens, piscina com trampolim, uma piscina coberta, um cinema com máquina de pipoca e softwares e telas suficientes para fazer com que um recém-casado se sinta como se estivesse vivendo dentro de um vídeo game”.

Após seu casamento, Melinda aparentemente amenizou algumas características da casa. Mesmo assim, como informou Robert X. Cringely, da PBS, era solicitado que as visitas usassem um crachá eletrônico que permitia à casa “ajustar a aclimatação, música, luminosidade ambientes – mesmo a decoração artística eletrônica nas paredes – para se encaixar às suas preferências à medida que andavam de aposento em aposento.

E o que acontece quando há mais de uma pessoa na sala? A realidade dos crachás confirma que Bill Gates ainda é rei. Quando ele está na sala, suas preferências prevalecem”.

8. Bill se casa (1º de janeiro de 1994)
Se você é o homem mais rico do mundo, precisa trabalhar em dobro para se esconder do olhar público. Quando Gates decidiu se casar com a ex-gerente de produtos da Microsoft Melinda French, ele organizou o casamento na pequena ilha havaiana de Lanai, reservou todos os quartos de hotel da localidade e alugou todos os helicópteros do estado – tudo para frustrar possíveis paparazzi.

A cerimônia custou US$ 1 milhão e foi realizada no circuito de golf do Hotel Manele Bay. Na lista de convidados: o padrinho Steve Ballmer; o co-fundador da Microsoft Paul Allen; Warren Buffet; e a veterana do Washington Post, Katherine Graham. A banda? O cantor Willie Nelson.

Carreira alternativa: Organizador de festas de casamento.

9. A Microsoft permanece ilesa (29 de junho de 2001)

Bill & Cia se esquivaram de um tiro importante quando uma corte federal de apelação invalidou a decisão do juiz Thomas Penfield Jackson da Corte Distrital dos EUA, anulando sua ordem de dividir a companhia em duas.

A corte de apelação achou que a Microsoft de fato atuou como um monopólio ao incluir obrigatoriamente o Internet Explorer no Windows, mas avaliou que o remédio de Jackson era muito cruel.

Nesta época, Gates já havia descido um degrau como CEO da Microsoft, ao entregar o reinado a Steve Ballmer em janeiro de 2000.

Quem sabe? Se a Microsoft tivesse sido repartida, Gates poderia se ver competindo com Ballmer, seu velho amigo de colégio – e talvez fosse o Yahoo que estivesse tentando comprá-los, e não o inverso.

Carreira alternativa: funcionário do Yahoo.

10. Bill pega seu diploma (7 de junho de 2007)

Mais de 30 anos após deixar Harvard, Bill finalmente arremessa seu chapéu de formado para o alto. Como aluno, ele sempre foi conhecido por preferir poker e programação em vez de freqüentar as aulas. Em junho de 2007 ele recebeu o título honorário de Doutor em Leis pela mesma universidade.Quem também recebeu a graduação na mesma área e no mesmo dia foi a ex-estrela do Celtics, Bill Russell. Sem dúvida, um dia e tanto para várrios Bills por aí.

Lembrem-se, crianças: permaneçam na escola. E caso você não consiga, começar seu próprio império de softwares e dominar o mundo por 30 anos não é uma má idéia.

Segunda carreira: Aconselhador de carreiras? Uma coisa é certa: ninguém sabe mais sobre segundas carreiras do que Bill.

_________________

avatar
MISTER
Admin
Admin

Mensagens : 1783
Data de inscrição : 20/06/2009
Idade : 35

Ver perfil do usuário http://misterlinks.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum